“Iniciação à Programação no 1.º Ciclo do Ensino Básico” – Estudos de Avaliação do projeto-piloto 

A Direção-Geral da Educação acaba de divulgar os Estudos de Avaliação relativos ao primeiro ano do projeto-piloto “Iniciação à Programação no 1.º Ciclo do Ensino Básico”.Os Estudos foram realizados pela Universidade de Évora e poderão ser consultados no documento disponível em http://www.erte.dge.mec.pt/sites/default/files/estudos_avaliacao_ip1ceb.pdf

Informação sobre esta iniciativa em http://www.erte.dge.mec.pt/iniciacao-programacao-no-1o-ciclo-do-ensino-basico

Retirado de “Iniciação à Programação no 1.º Ciclo do Ensino Básico” – Estudos de Avaliação do projeto-piloto | ERTE

Movimento Código Portugal – de 5 a 11 Dezembro de 2016

O Movimento Código Portugal é uma campanha de mobilização nacional de consciencialização para a importância da literacia digital e da computação como fatores de realização individual e coletiva nas sociedades modernas. Esta ação acompanha a Iniciativa Competências Digitais e pretende contribuir para incentivar alunos, professores e restantes atores do sistema educativo a refletir sobre a temática da programação a partir de uma atividade lúdica.

O Movimento Código Portugal terá lugar entre 5 e 11 de dezembro, semana durante a qual escolas, instituições de investigação e de ensino superior, estudantes e público em geral participam em atividades integradas em todo o país. Pretende-se aproximar os jovens, os estudantes, as escolas, as universidades, os politécnicos, as unidades de investigação e a sociedade em geral em torno do universo científico e tecnológico da informática e da computação, das competências associadas ao pensamento e mais concretamente do desenvolvimento de código, que se configura como uma nova literacia para o século XXI.

Trata-se de uma iniciativa promovida pelo Governo, através das áreas da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Educação, a Agência Nacional Ciência Viva, a Direção Geral da Educação, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e o Instituto Superior Técnico.

Informação adicional disponível em http://erte.dge.mec.pt/sites/default/files/movimento_codigo_portugal.pdf

Página web da iniciativa em http://codemove.pt

 

Retirado de http://erte.dgidc.min-edu.pt/noticias/movimento-codigo-portugal-de-5-11-dezembro-de-2016

A CodeWeek 2016

codeweekEU-logo-600.png

A 4ª Semana Europeia do Código está a chegar. Este ano irá decorrer entre os próximos dias 15 e 23 de outubro. A iniciativa é promovida por diversas entidades europeias, das quais se destaca a Comissão Europeia.

Esta iniciativa visa celebrar a criatividade e desmistificar questões relacionadas com a programação, de forma a dar a conhecer, cativar e trazer mais crianças, jovens e adultos para este “mundo”. Atividades, como a da Semana Europeia do Código, têm sido promovidas por todo o mundo, pois apesar de toda a animação e descontração inerentes a estas ações, estima-se que só na Europa no ano de 2020 existam cerca de 825 mil vagas por preencher na área da computação. Assim, facilmente se compreende que as CodeWeeks não surgiram por “geração espontânea”, mas sim focadas no minimizar de um problema.

Portugal não tem ficado de fora desta iniciativa e à semelhança do resto da Europa tem registado um crescimento no número de participantes e de eventos ocorridos nesta semana. Estes dados demonstram que as instituições e cidadãos estão cada vez mais conscientes da importância que a programação tem no presente e que virá a ter no futuro.

Continuar a ler

Já conhece o robô Codie?

Codie é um robô de origem húngara que promete ajudar os mais novos a aprenderem as bases da programação de uma forma divertida.

Mais informações em: http://www.getcodie.com/

Algumas curiosidades sobre o Sistema Solar

//scratch.mit.edu/projects/embed/113643887/?autostart=false

Neste projeto de Scratch poderá ver qual seria o seu peso nos outros planetas do Sistema Solar. Basicamente ao viajar pelos diversos planetas o programa vai convertendo o seu peso de acordo com a força gravitacional de cada um deles.

Já imaginou o potencial que este recurso poderá ter em sala de aula?

 

E se o Scratch 3 estivesse para ser lançado?

Scratch3.0.jpegPara os amantes da programação e do ensino desta aos mais novos o Scratch, desenvolvido pelo MIT, é uma ferramenta incontornável e muitos já se têm questionado como será a nova versão do “gato” e para quando a possibilidade de o ter em dispositivos móveis.

Pois, parece que a resposta surgiu hoje e com uma parceria Scratch – Google!

A nova versão do Scratch (para já conhecida como Scratch 3.0) traz algumas novidades aguardadas há algum tempo. No anúncio oficial pode ler-se:

“Our broader goal is not just to support Scratch itself, but to spread the Scratch approach to coding and learning. And that’s why we’re announcing today a new collaboration with Google, focused on helping other developers create high-quality coding experiences for kids. As a first step, we’re working with Google to develop a new generation of graphical programming blocks, called Scratch Blocks, which we hope will be adopted widely by developers of children’s products. The underlying code for Scratch Blocks will be made available as open source, so that developers can easily integrate the blocks into apps, games, and toys that they are creating for kids.

Scratch Blocks brings together two different programming “grammars” that we have designed over the past decade. The standard Scratch grammar uses blocks that snap together vertically, much like LEGO bricks. For ourScratchJr software, intended for younger children, we developed blocks that are labelled with icons rather than words, and snap together horizontally rather than vertically. We have found that the horizontal grammar is not only friendlier for beginning programmers but also better suited for devices with small screens (such as mobile devices).”.

Veja o anúncio (em inglês) aqui.