Artigo – Robótica educativa em Portugal – estado da arte

O artigo publicado na Revista Científica de ESTUDIOS E INVESTIGACIÓNEN PSICOLOGÍA Y EDUCACIÓN da atoria de João Marques (AE de Figueiró dos Vinhos) e de Vânia Ramos (AE de Sampaio), aborda o  estado da arteEducational robotics in Portugal.

Resumo
A programação e a robótica são duas áreas emergentes nas escolas portuguesas onde existem variados projetos que as mobilizam. Não se procura, na maioria destes projetos, formar futuros programadores, mas antes utilizar o ensino da programação e da robótica como metodologia para desenvolvimento de algumas competências: resolução de problemas, trabalho colaborativo, pensamento computacional, pensamento criativo, entre outras. Nos repositórios académicos existem diversos estudos que apresentam olhares sobre programas e projetos que integram a programação e a robótica em contexto educativo. Importa, pois, realizar uma leitura sistematizada sobre os estudos realizados e publicados e procurar identificar as vantagens e desvantagens da presença da programação e da robótica em contexto educativo

 

 REVISTA DE ESTUDIOS E INVESTIGACIÓNEN PSICOLOGÍA Y EDUCACIÓN 
 
eISSN: 2386-7418, 2017, Vol. Extr., No. 13DOI: https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.13.2738 
Correspondencia: João Marques,  joaojosemarques@gmail.com Selección y peer-review bajo responsabilidad del Comité Organizador del XIV Congreso Internacional Galego-Portugués de Psicopedagogía
Robótica educativa em Portugal

Artigo disponível também em https://www.academia.edu/35537132/Rob%C3%B3tica_educativa_em_Portugal_estado_da_arte

Anúncios

Concurso “Conta-nos uma história!”

contanos

No âmbito da 9.ª Edição do concurso “Conta-nos uma história!”, serão realizados, a partir do mês de janeiro e por todo o país, workshops sobre temas como narrativas digitais, produção áudio e vídeo, dinamizados pelos Centros de Competência TIC da DGE.

CISTI’2018 – 13ª Conferência Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação

header-cisti2018-1.png

A CISTI’2018 – 13ª Conferência Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação, a realizar entre 13 e 16 de junho de 2018, em Cáceres, Espanha.

A CISTI é um evento técnico-científico anual, que visa a apresentação e a discussão de conhecimentos, novas perspectivas, experiências e inovações no domínio dos sistemas e tecnologias de informação.

Os artigos aceites e publicados na CISTI’2018 serão disponibilizados na Biblioteca Digital IEEE Xplore e serão enviados para indexação em ISI, Scopus, EI, INSPEC e Google Scholar.

A chamada de trabalhos encontra-se aberta até ao próximo dia 4 de fevereiro.

 

Para mais informações consulte o sitio da Internet: http://cisti.eu/index.php?option=com_content&view=article&id=14&Itemid=111&lang=pt

Conferência Scratch 2018

134db4eb38bf011c6d4b45a80c869f32b719c822Este ano a Conferência Scratch, com o título “Next Generation” realiza-se de 26 a 28 de julho noMIT em Cambridge (MA – Estados Unidos da América).

Estima-se que a terceira versão deste software de iniciação à programação seja apresentado este ano, pelo que a conferência terá especial destaque e interesse.

Para mais informações do evento consulte o sítio na Internet: https://scratch.mit.edu/conference

 

1.º Simpósio de Jovens Investigadores em Literatura para a Infância e Juventude – Desafios da Investigação em LIJ – da invisibilidade à legitimação

38b.jpg

Toda a informação em http://simposiojilij.pt/

Movimento Código Portugal 2017

Entre 4 e 10 de Dezembro de 2017, o Movimento Código Portugal #2 – Código das Estrelas desafia alunos, professores, escolas e comunidades educativas, em todo o país, para uma ação global de familiarização com a programação e o código.
Vamos ajudar o nosso herói, o AstroKid, a reparar o satélite que foi atingido por um meteorito!

A partir do dia 4 de dezembro, seguindo a ligação https://www.codemove.pt/175/desafios, poderão participar neste desafio todas as turmas dos Agrupamentos/Escolas.

Aceda:
– à demonstração http://codingfest.org/demo/#/?_k=okmvt9
– aos cartazes https://goo.gl/6GLpLg
– a mais informações http://codemove.pt

 

Informação retirada da ERTE.

TangIn – Programação Tangível para a inclusão e promoção das STEM

Logo TangInProjeto TangIn | Programação Tangível para a inclusão e promoção das STEM (Ciências, Tecnologias, Engenharia e Matemáticas)

Conceitos e atividades acessíveis de programação tangível irão potenciar o desenvolvimento das capacidades dos alunos do 1.º e 2.º CEB.

O projeto TangIn – Promoção da inclusão e das disciplinas STEM nos currículos escolares através do uso de conceitos e atividades de programação tangível visa promover junto de professores a utilização eficaz de conceitos e ferramentas de programação tangível, favorecendo a adoção de práticas pedagógicas mais atrativas e inclusivas, que reforcem a motivação e o interesse dos alunos. As crianças naturalmente brincam e descobrem com as mãos. A programação tangível torna programação mais acessível para os mais jovens, recorrendo a objetos físicos para tornar as instruções mais diretas e menos abstratas.

Esta abordagem pedagógica funciona como uma alternativa à utilização de interfaces digitais e elementos gráficos, promovendo uma interação de grupo para a resolução dos problemas, inserido num contexto lúdico onde o resultado é palpável e a associação causa-efeito fácil de estabelecer. Assim, ao combinar e estimular o raciocínio crítico, a criatividade e a negociação em grupo através de uma interação manual e simples, a programação tangível é acessível e estimulante para todos (alunos e professores) independentemente das suas origens socioeconómicas, género, aptidões e conhecimentos ou acesso prévio a ferramentas digitais.

O projeto é cofinanciado pelo programa Erasmus+ da União Europeia e reúne organizações e instituições educativas num consórcio composto por parceiros de 4 países diferentes (Portugal, Espanha, Letónia e Bulgária), sendo coordenado pela empresa portuguesa Carreira & Alegre Lda.

Ao longo da execução do projeto pretendem-se atingir os seguintes resultados:

  • Enquadramento pedagógico para estimular o uso de conceitos de programação e a aprendizagem de disciplinas STEM no 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico;
  • Conjunto de recursos didáticos e diretrizes para os professores;
  • Pacote de formação para professores.

Nos passados dias 9 e 10 de novembro de 2017 realizou-se em Matosinhos na sede da INOVA+ a reunião de arranque deste projeto. Neste encontro procedeu-se à apresentação dos diferentes parceiros e foram analisados e debatidos o plano de ação, as principais tarefas, e a sua implementação de forma a alcançar os resultados esperados.

Investigadores, professores, diretores escolares, estudantes e responsáveis políticos terão um papel importante na implementação do projeto e a sua colaboração será essencial para a respetiva prossecução. O consórcio pretende envolver outras organizações e indivíduos, incluindo escolas, professores, institutos de investigação e universidades.

Se estiver interessado em participar no projeto TangIn ou se quiser obter esclarecimentos adicionais, poderá fazê-lo contactando João Queiroz através do email joao.queiroz@migobot.com. rodape noticia

Continuar a ler

%d bloggers like this: