Manifesto pela democracia nas escolas 

Maior autonomia para as escolas, mais intervenção da comunidade educativa, menos poder aos diretores. Várias personalidades com ligações à educação, cultura e política assinam um manifesto em prol da democracia nas escolas e que recoloca na ordem do dia o modelo de gestão das escolas do pré-escolar ao Secundário. O papel dos diretores escolares volta a ser questionado. E o apelo está feito. Os 21 subescritores do texto querem que haja debate sobre um modelo de direção e gestão alternativo em nome de “uma Escola Pública com qualidade democrática, científica e pedagógica, capaz de compatibilizar os desafios da aprendizagem para todos e todas com práticas inovadoras de cidadania crítica e emancipatória”.

No manifesto, que será debatido na Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Lisboa, em 14 de janeiro, lembra-se ainda que as escolas, com o 25 de Abril, tornaram-se espaços de participação democrática. “Esse caminho de aprendizagem envolveu todos os seus atores – docentes, alunos, pais e encarregados de educação, funcionários, cidadãs e cidadãos empenhados – e teve os seus momentos altos, oscilações e também desencantos.”

Retirado de Manifesto pela democracia nas escolas » Educare – O Portal de Educação

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s